Denatran esclarece obrigatoriedade do uso de placas refletivas - Blog do Walter Lima

Destaques:

Adsense Abaixo do Cabeçalho

Adsense Início dos Posts

Raynet-telefone-blog-do-walter-lima-anunciar

9 de abr de 2012

Denatran esclarece obrigatoriedade do uso de placas refletivas

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) esclarece em nota divulgada nesta segunda-feira (9) a obrigatoriedade do uso de placas e tarjetas confeccionadas com películas refletivas em veículos novos.
A decisão está na Resolução 372/2011 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN). Neste caso, os proprietários de veículos não precisam trocar as placas atuais, a não ser no caso de transferência do município, perda ou deterioração. Portanto, não há necessidade de uma corrida aos Detrans para a mudança das placas Também não é necessário trocar a placa atual quando for realizar vistoria veicular, a não ser em caso de troca de município ou estado. As duas placas do veículo também devem ser substituídas por refletivas em caso de perda ou deterioração, seja ela a dianteira ou a traseira. A resolução passou a valer apenas para veículos novos emplacados a partir de primeiro de abril. A nova resolução do CONTRAN aumentou o tamanho das placas das motos novas, emplacadas a partir de primeiro de abril. As placas deverão ter 17 cm de altura e 20 cm de largura. Neste caso, a mudança de município também obriga a troca da placa com as novas dimensões. Com as duas mudanças, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) quer facilitar a visualização das placas, em situações de fiscalização e aumentar a segurança no trânsito. Em casos de visibilidade comprometida, como em situações de chuva, neblina ou mesmo à noite, as placas refletivas possibilitam melhor visualização da distância do veículo em relação ao outro. As películas refletivas eram obrigatórias apenas para as motos desde 2007. Os preços das novas placas variam de cada estado de acordo com o determinado pelos Detrans. Fonte: Ceará Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seus comentários. Cautelosamente apreciaremos para liberação.
Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;
Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.

LEIA TAMBÉM:

Receber notícias no e-mail

Adsense Final dos Posts