Prefeita e 12 ex-prefeitos não podem disputar eleição; veja lista. - Blog do Walter Lima

Destaques:

Adsense Abaixo do Cabeçalho

Adsense Início dos Posts

21 de jun de 2012

Prefeita e 12 ex-prefeitos não podem disputar eleição; veja lista.


A prefeita de Colniza (1.004 km de Cuiabá), Nelci Capitani, que planeja disputar a reeleição em outubro, e pelo menos 12 ex-prefeitos em Mato Grosso estão barrados e não vão concorrer a cargos eletivos no próximo pleito porque foram inclusos na lista negra de fichas sujas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

A lista tem o ex-prefeito de Juara, Priminho Riva, irmão do presidente da Assembleia Legislativa, José Riva; Roberto França, de Cuiabá; Geovane Marcheto, o “Calango”, de Marcelândia; Leonísio Lemos, de Peixoto de Azevedo; Levino Heler, Itaúba; Nelson Guedes, de Colíder; Luiz Vicente Falcão, de Poconé; Milton Nepomuceno, Vila Bela da Santíssima Trindade; José Viana Sabino, de Porto Alegre do Norte; Pedro Simon Barbosa, de Araguaiana; Devair Valim de Melo, de Nobres; Iron Marques Parreira, de Confresa.

A maioria teve contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas da União (TCU) por uso irregular ou não prestação de contas de recursos recebidos da União para aplicação em seus municípios, quando eram os gestores. A relação é composta por decisão válida e contra a qual não há mais recurso. 

A lista é entregue à Justiça Eleitoral até o dia 05 de julho em anos eleitorais. Ela é formada a partir de julgamentos transitados em julgado nos oito anos anteriores ao pleito. A lista foi entregue ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na segunda-feira.

Com informações de 21/06 Prefeita e 12 ex-prefeitos não podem disputar eleição; veja lista Poderá gostar de: E-mail à Câmara dos Deputados a resposta, e ao Dnit sem resposta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seus comentários. Cautelosamente apreciaremos para liberação.
Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;
Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.

LEIA TAMBÉM:

Receber notícias no e-mail

Adsense Final dos Posts