Senador Pompeu: Conab é pressionada à atender imediatamente o Município. - Blog do Walter Lima

Destaques:

Adsense Abaixo do Cabeçalho

Adsense Início dos Posts

Raynet-telefone-blog-do-walter-lima-anunciar

27 de ago de 2012

Senador Pompeu: Conab é pressionada à atender imediatamente o Município.


Atualizado às 14:43 e às 10:12 do dia 29 Agosto.
Ânimos exaltados e dificuldades para comprar o milho.

Hoje Segunda feira dia 27 de Agosto de 2012, a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB),em Senador Pompeu, amanheceu tomada de agricultores. Muitos dormiram nas calçadas, mais o cronograma para atender a cidade é 29 e 30 de Agosto. Com a falta de informação, agricultores ficam os nervos a flor da pele e foi acionada a polícia para garantir a segurança. De acordo com o gerente aqui na cidade, o senhor Franzer, o cronograma é aberto em Fortaleza. Segundo ele também, está sendo agilizado outro polo de distribuição em Quixeramobim, também no Sertão Central.Depois disso, automaticamente 50% das cidades da região, podem serem atendidas na mesma, desafogando a unidade armazenadora na cidade de Senador Pompeu, que atende 15 cidades, de acordo com o cronograma(Foto).

Anteriormente, várias cidades já foram atendidas, como: Solonópole, Milhã, Dep. Irapuan Pinheiro entre outras.Vendo isto resolvi buscar informações junto ao gerente e com ele vimos uma forma dele conceder uma entrevista, para dar devidos esclarecimentos. Segundo Franzer o superintendente da CONAB, aqui no Ceará não permite que ele se pronuncie. Dias antes o Sindicato dos Trabalhadores Rurais do Município, através das Associações, havia pego o nomes das pessoas que necessitavam do milho para acudir suas situações.
Vendo o sofrimento da população e as dificuldades para comprar o milho, o Sindicato resolveu juntar todo o pessoal, que parte dormiu no local (CONAB), para pressionar a companhia à distribuir imediatamente para a cidade, ou tomar alguma atitude.
Com os nomes em mãos, fizeram o chamamento do pessoal, para saber quem estava presente, e depois chegar a um bom senso.
Enquanto isso a cidade de Pedra Branca está sendo atendida e de acordo com a gerência ainda falta também o Município de Mombaça, e explicou a nossa reportagem que, para atender normalmente nesta época de estiagem, teria que ter 9 mil toneladas do produto, e por enquanto está sendo destinado à unidade 2 mil. Em conversa com um agricultor do Município de Milhã, ele falou que, veio em busca do milho, porquê na data do cronograma, 21 e 22 de Agosto, faltou milho na unidade.

TRANSPORTE DO MILHO ATÉ O CEARÁ.
Segundo um dos motoristas, que transportam o milho até o Ceará, há uma grande dificuldade quando entra no nosso estado. Afirma que: Com os caminhões bitrem (Caminhão carreta, com maior capacidade de peso- ou seja bem maior que as normais)os agentes impedem a passagem, alegando que há excesso de peso. Ele falou ainda que, vem do Paraná, único Estado que engancha é aqui. Disse que nenhuma transportadora quer mais vir pros lados de car.

Com toda essa pressão por parte dos agricultores, foi acordado que, cada um, não importa quanto é a sua cota, irá poder comprar pelo menos 10 sacos do produto, para aliviar suas necessidades.

Mais informações:
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL: CEARÁ
Superintendente: Francisco Agenor Pereira
Rua Antônio Pompeu, 555- José Bonifácio
60040-001 Fortaleza, CE
Tel..: (85) 3252-1722 Ramal 210
Fax..: (85) 3231-7300
E-mail: ce.sureg@conab.gov.br

Matéria: Walter Lima
088 99443756

Um comentário:

  1. Pressionar a CONAB é uma das vias para tentar uma regularização. Hoje o Diário do Nordeste publica outra saída que foi implantada por produtores rurais de Crateús, que foi a de pagar a diferença de frete, em torno de R$ 1,20 por saca do milho. Isso é viável sim, pois o produto está sendo comercializado ao preço de R$ 45,00 no comercio, e mesmo com o aumento de R$ 1,20 para a diferença de frete, chegará ao produtor por R$ 19,30 a saca de 60 kg.

    ResponderExcluir

Deixe seus comentários. Cautelosamente apreciaremos para liberação.
Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;
Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.

LEIA TAMBÉM:

Receber notícias no e-mail

Adsense Final dos Posts