Noticias de senador-pompeu, milha,solonopole, quixeramobim, quixada, piquet carneiro, mombaca, Irapuan Pinheiro, Pedra Branca, Banabuiu, APENAS UM VOTO: Candidato a vereador que só teve o próprio voto se separa da mulher. - Blog do Walter Lima

Destaques

Banner Abaixo do Cabeçalho

Banner Início dos Posts

faculdade-Milh%25C3%25A3-sert%25C3%25A3o-central

9 de out de 2012

APENAS UM VOTO: Candidato a vereador que só teve o próprio voto se separa da mulher.



As urnas trouxeram uma surpresa desagradável para o candidato a vereador Jurandir do Jumento, de Flexeiras, Alagoas. Após o fim da apuração, Jurandir teve apenas um único voto, o seu. Assim que chegou em casa após acompanhar a apuração, ele se separou da mulher, Antonia Ferreira, com quem vivia há 25 anos.


“Como pode uma mulher se deitar com um homem e não votar nele?”, perguntava um inconformado Jurandir. Antonia se defende dizendo que o voto computado para Jurandir é dela.
“Como ele pode saber que não fui eu que votei nele, se nós dois votamos na mesma seção?”, perguntou a mulher. A parca votação de Jurandir e a separação viraram assunto nas rodas da pequena cidade do interior, que sobrevive da agricultura local. O caso ganhou contornos mais pitorescos porque Juvenal Ferreira, vizinho de Jurandir, teve três votos. Há quem diga que Antonia votou em Juvenal, que teve também o voto de sua mulher. Antonia nega. “Vai ver o Jurandir não teve coragem de votar nele mesmo e inventou essa história”.

VEJA NO SITE SENSACIONALISTA:
Candidato a vereador que só teve o próprio voto se separa da mulher

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seus comentários. Cautelosamente apreciaremos para liberação.
Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;
Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.

LEIA TAMBÉM:

Receber notícias no e-mail

Banner Final dos Posts

Anuncie Aqui