Resultado no 2° turno das eleições Municipais de 2012 - Blog do Walter Lima

Destaques:

Adsense Abaixo do Cabeçalho

Adsense Início dos Posts

28 de out de 2012

Resultado no 2° turno das eleições Municipais de 2012


50 cidades do Brasil conhecendo seus prefeitos no segundo turno das eleições municipais de 2012, sendo 17 capitais.


No Distrito Federal, onde não houve eleição municipal, e nos estados onde não aconteceu o segundo turno, os Tribunais Regionais estão postos de justificativa de votos à disposição dos eleitores.

FORTALEZA
100% dos votos apurados
ROBERTO CLAUDIO - PSB Eleito 53,02 % 650.607 votos
ELMANO - PT 46,98% 576.435 votos

SÃO PAULO SP
100 % DAS SEÇÕES APURADAS
56,05%
FERNANDO HADDAD PT Eleito
56,03% 3.179.488 N° Votos
JOSÉ SERRA PSDB
44,06% 2.504.574 N° Votos

João Pessoa PB
Luciano Cartaxo PT 68,13 % Eleito
Cicero Lucena PSDB 31,87%

CURITIBA
100% DAS SEÇÕES APURADAS
GUSTAVO FRUET PDT Eleito
60,65% 597.200 N° Votos
RATINHO JUNIOR PSC
39,35% 387.483 N° Votos

FLORIANÓPOLIS
100% DAS SEÇÕES APURADAS
CESAR SOUZA JÚNIOR PSD Eleito
52,64% 117.834 Votos
GEAN LOUREIRO PMDB
47,36% 106.013 Votos

SALVADOR
99% DAS SEÇÕES APURADAS
ACM NETO DEM 53,81% Eleito
PELEGRINO PT 46,19%

FORTALEZA
Roberto Cláudio, do PSB, é eleito prefeito de Fortaleza
Domingo, 28 de outubro de 2012 21:02

O candidato do PSB à prefeitura de Fortaleza, Roberto Cláudio, venceu a disputa pelo comando da capital cearense neste segundo turno e impôs uma derrota ao petista Elmano de Freitas, apontam dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Com 97,33 por cento das seções apuradas, o socialista tem 53,19 por cento dos votos, enquanto Elmano de Freitas, recebeu 46,81 por cento.

Roberto Cláudio teve como padrinho o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), neste que foi mais um palco de embates entre PT e PSB.

A vitória em Fortaleza é considerada por socialistas a joia da coroa neste segundo turno, enquanto, para o PT, o resultado demonstra a perda de espaço da legenda no Nordeste.

As duas legendas estiveram em posições opostas em algumas cidades como Belo Horizonte, que teve o candidato socialista Marcio Lacerda eleito já no primeiro turno, e Recife, que elegeu Geraldo Julio também na primeira rodada.

A corrida em Fortaleza foi acirrada e marcada por ataques entre os dois candidatos, o que inclusive motivou a presidente Dilma Rousseff a manter distância da campanha.

Ela sequer gravou mensagens de apoio a Elmano. Já o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez comício nessa semana para apoiar o petista.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Dezessete capitais já têm prefeitos eleitos no 2° turno

Dezesseis capitais já tiveram definidos seus novos prefeitos após o segundo turno neste domingo, incluindo São Paulo, maior cidade do País, onde o petista Fernando Haddad derrotou o tucano José Serra.

A eleição em Rio Branco, capital do Acre, Marcus Alexandre venceu com 50,77 por cento contra 49,23 por cento do candidato tucano Tião Bocalom.

São Paulo SP-
Com 99 por cento das seções apuradas, Haddad tinha 55,60 por cento dos votos válidos e Serra somava 44,40 por cento. A vitória devolve ao PT o comando da maior cidade do país após oito anos.

Na Bahia, com 98 por cento dos votos apurados, ACM Neto, do DEM, foi eleito prefeito de Salvador com 53,68 por cento dos votos, derrotando o candidato do PT Nelson Pelegrino, que recebeu 46,32 por cento dos votos válidos.

Salvador
ACM é neto do falecido senador Antônio Carlos Magalhães, liderança que dominou a política baiana por décadas e que inspirou a corrente conhecida como "carlismo".

Em Fortaleza, o candidato Roberto Cláudio, do PSB, foi eleito com 53 por cento dos votos, contra 46,8 por cento do candidato petista, Elmano de Freitas.

Em Florianópolis, onde o PSD garantiu sua única prefeitura entre as capitais, Cesar Souza Júnior teve 52,64 por cento dos votos válidos, derrotando Gean Loureiro (PMDB), que somou 47,36 por cento dos votos.

Florianópolis era a única capital onde o PSD disputava o segundo turno. O partido, criado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, fez sua estreia nesta eleição e tornou-se a quarta maior força municipal no primeiro turno.

O PMDB também foi derrotado em Campo Grande. Alcides Bernal (PP) foi eleito com 62,55 por cento dos votos válidos, derrotando o peemedebista Giroto, com 37,45 por cento dos votos.

No primeiro turno, entre as capitais, o PP havia eleito apenas o prefeito de Palmas.

Outra derrota para o PMDB foi Natal, onde Carlos Eduardo (PDT) somava 58,21 por cento dos votos válidos, com 98,72 por cento das seções apuradas. O peemedebista Hermano Moraes tinha 41,79 por cento.

O PMDB, apesar de uma queda acentuada no primeiro turno, manteve-se como o partido dominante em prefeituras. A legenda, elegeu dois prefeitos de capitais no primeiro turno --Rio de Janeiro e Boa Vista.

A segunda rodada foi realizada em 17 capitais, sendo que PT e PSDB repetiram a rivalidade nacional em três delas --além de São Paulo, em João Pessoa e Rio Branco.

Na capital paraibana, João Pessoa o PT elegeu Luciano Cartaxo com 68,13 por cento dos votos válidos, derrotando o tucano Cicero Lucena, que teve 31,87 por cento dos votos.

Em Cuiabá, no entanto, o candidato petista foi derrotado. Com 98,02 por cento das seções apuradas, Mauro Mendes (PSB) tinha 54,62 por cento dos votos válidos e Lúdio (PT) somava 45,38 por cento.

PSDB VENCE EM MANAUS E BELÉM

Em Belém, o PSDB venceu o PSOL: com 91,57 por cento das seções apuradas, Zenaldo Coutinho tinha 56,48 por cento dos votos válidos e Edmilson Rodrigues somava 43,52 por cento.

Em Manaus, com 90 por cento das seções apuradas, o ex-senador tucano Arthur Virgílio Neto foi eleito com 66,36 por cento dos votos, derrotando a candidata e senadora do PC do B Vanessa Grazziotin.

Tucanos elegeram o prefeito de Maceió no primeiro turno e disputavam oito capitais na rodada final.

O cenário também já foi definido em Vitória, onde Luciano Rezende (PPS) ficou com 52,73 por cento dos votos válidos, derrotando Luiz Paulo (PSDB), que teve 47,27 por cento dos votos. A capital capixaba será a única a ser administrada pelo PPS.

O PSDB foi derrotado também em São Luís. Com 94,05 por cento das seções apuradas, Edivaldo Holanda Júnior garantiu a única prefeitura do PTC entre as capitais, com 56,03 por cento dos votos válidos. O tucano Castelo somava 43,97 por cento dos votos.

Na capital do Amapá, Macapá, o candidato do PSOL Clécio foi eleito com 50,59 por cento dos votos, derrotando o candidato do PDT Roberto, que teve 49,41 por cento do s votos.

Porto Velho elegeu o candidato do PSB, Doutor Mauro Nazif, com 63,14 por cento dos votos. Ele disputava a prefeitura da capital de Rondônia contra o candidato do PV Lindomar Garçon.

RAPIDEZ EM CURITIBA

A primeira capital a eleger um novo prefeito neste segundo turno foi Curitiba. Gustavo Fruet (PDT), que obteve 60,65 por cento dos votos válidos, derrotou Ratinho Júnior (PSC), que somou 39,35 por cento.

Fruet teve apoio dos ministros Paulo Bernardo (Comunicações) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil), possível candidata do PT ao governo do Paraná em 2014.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não se envolveu diretamente na campanha na capital paranaense por conta de sua proximidade com o apresentador Carlos Massa, o Ratinho, pai de Ratinho Júnior.

Complementamos as nossas informações adicionais com a matéria Hugo Bachega| | br.reuters.com

Em instantes vamos trazer as informações das demais cidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seus comentários. Cautelosamente apreciaremos para liberação.
Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;
Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.

LEIA TAMBÉM:

Receber notícias no e-mail

Adsense Final dos Posts