Senador Pompeu: Vejam as notas dos políticos á Eduardo Campos - Blog do Walter Lima

Destaques:

Adsense Abaixo do Cabeçalho

Adsense Início dos Posts

Raynet-telefone-blog-do-walter-lima-anunciar

14 de ago de 2014

Senador Pompeu: Vejam as notas dos políticos á Eduardo Campos

A tragédia que matou o candidato à presidência da república pelo PSB, Eduardo Campos, junto com assessores, fotógrafo, cinegrafista, e pilotos da aeronave que caiu em Santos, litoral de São Paulo, pegou todos de surpresa. Políticos divulgaram notas de solidariedade à família das vítimas, inclusive o governo brasileiro. No Ceará, o vice-presidente estadual do Partido Ecológico Nacional (PEN- Jovem) e presidente do partido em Senador Pompeu, Deodato Aquino lamentou como triste perca para o Brasil. “Quanta tristeza a perda desses dois grandes ícones de Pernambuco, Nordeste e Brasil,(Ariano Suassuna e Eduardo Campos), morre a esperança de muitos brasileiros. A política é quase tão excitante como a guerra e não menos perigosa. Na guerra a pessoa só pode ser morta uma vez, mas na política diversas vezes”, finaliza o doutorando em agronomia com o trecho da frase de “Winston Churchill”.

O Candidato a Governador do estado do Ceará, Eunício Oliveira,(PMDB) emitiu uma nota em solidariedade ao falecimento do ex-candidato a Presidência, Eduardo Campos e a todas as vítimas que estavam no acidente ocorrido nesta manhã, 13 de Agosto 2014. Na nota diz"A dimensão da falta que fará ao Brasil o desaparecimento de um dos seus mais valorosos filhos é incalculável, disse Eunício. Estamos profundamente tristes com essa tragédia. Eduardo Campos foi um grande governador e era um dos principais nomes da política brasileira. Hoje é um dia de muita tristeza para todo o Brasil. Vamos orar por ele e por sua família", afirmou Camilo Santana, também candidato ao governo do Ceará pelo PT.

Aécio Neves, candidato à presidência pelo PSDB se pronunciou afirmando que perdia não só um político jovem, mais também um amigo de muitos anos. A presidente e também candidata ao governo pelo partido dos trabalhadores ( PT), Dilma Rousseff, decretou luto de três dias em seu pronunciamento, lembrando que teve oportunidade de conhecê-lo de perto, solidarizando com as famílias das vítimas. “Volto-me para os familiares: não há palavras que amenizem as perdas. Ainda assim, expresso minhas condolências, meus sentimentos de tristeza e de pesar”, diz o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Marina Silva que é candidata a vice presidente disse que lembra muito da última despedida com Eduardo, com um semblante de alegria. “Foram dez meses de intensa convivência em que começamos a fiar juntos a esperança de um mundo melhor e mais justo”, destacou a candidata.

Eduardo Campos teve contato com a política e começou cedo, em 1986, quando trabalhou ativamente na campanha que elegeu seu avô, Miguel Arraes, ao governo de Pernambuco. Na época, Campos tinha apenas 21 anos. Eduardo Campos era casado e pai de cinco filhos. Filho do poeta Maximiliano Arraes e da ex-deputada federal e ministra do Tribunal de Contas da União Ana Arraes, Campos se formou em economia na Universidade Federal de Pernambuco, onde atuou como presidente do Diretório Acadêmico da Faculdade.

O portal de notícias da globo o G1 contou a trajetória do político. Para ler clique AQUI. 

LEIA TAMBÉM:

Receber notícias no e-mail

Adsense Final dos Posts