Denúncia: Água do açude Patu aumenta 55% em apenas 1 dia, mesmo sem chuvas - Blog do Walter Lima

Destaques:

Adsense Abaixo do Cabeçalho

Adsense Início dos Posts

Raynet-telefone-blog-do-walter-lima-anunciar

11 de set de 2014

Denúncia: Água do açude Patu aumenta 55% em apenas 1 dia, mesmo sem chuvas

Diariamente acompanhando as informações dos níveis de água dos açudes do Ceará, junto ao site da COGERH, ambientalistas se preocupam com a atual situação hídrica desses reservatórios. Ao fazer um analise hoje, 11/09/2014 nossa redação surpreendeu-se com as informações encontradas no site da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos do Estado, e viu quanto é preocupante os dados no site oficial do órgão. Caso não seja corrigida, essas informações prejudicará o gerenciamento das águas do açude Patu, fato gravíssimo como mostram abaixo.

No site da COGERH consta que no dia 06/09/2014 o açude Patu se encontrava com um volume de água de 18.696.000 m3 o que representava 26,03% de sua capacidade. Em apenas 1 dia depois - 07/09/2014 - o volume foi elevado surpreendentemente à 40 milhões de m3, saltando para 58.380.000 m3. Estes dados sugerem que a barragem conta atualmente com 81% de sua capacidade e não mais 26% de um dia antes. Um dado um tanto preocupante, pois a barragem do Patu não tomou água, tampouco aumentou sua capacidade em 40 milhões de m3 em apenas 1 dia pois estamos em um período de escassez de chuvas.

A preocupação é que esses números possam influenciar os municípios que também já sofrem com a escassez de água intensificarem a coleta de água do açude Patu, deixando o município de Senador Pompeu, comunidades vizinhas e o município de Milhã com o abastecimento comprometido. Na prática os dados estão mostrando uma quantidade de água bem acima do que existe na barragem atualmente. Não sabemos qual intenção houve na alteração dos dados, ou se foi uma falha no gerenciamento. 
VEJA ABAIXO:


DADOS EXTRAÍDO DO SITE DA COGERH (www.hidro.ce.gov.br) as 09hs do dia 11/09/2014

Segundo a Gerência Regional da Cogerh em Quixeramobim, a problemática seria enviada para a sede do órgão em Fortaleza. Acompanhe em reportagens especias a situação com os números dos últimos anos da Barragem do Patu, clicando em ASSISTIR

LEIA TAMBÉM:

Receber notícias no e-mail

Adsense Final dos Posts