A história de Senador Pompeu - Blog do Walter Lima

Destaques:

Adsense Abaixo do Cabeçalho

Adsense Início dos Posts

21 de nov. de 2014

A história de Senador Pompeu

Senador Pompeu, oficialmente teve sua emancipação política em 3 de setembro de 1896. Seu antigo nome Humaitá - nome indígena que significa "O que fala muito" - foi trocado por Senador Pompeu em homenagem ao senador da República Tomas Pompeu de Sousa Brasil. Durante o império da República Velha, várias Vilas foram transformadas em cidade e com Senador Pompeu não foi diferente.
Imagens aéreas feitas por Claudiney Melo. Antes Humaitá, hoje a história de Senador Pompeu.
Quando as terras foram doadas pelo império para formação da Vila, as margens do riacho Códia, uma tribo indígena habitava o lugar, com a chegadas das pessoas a tribo migrou para outro local buscando sobrevivência, ficando apenas um único índio, seu nome era Maitacá, que foi então traduzilo para Humaitá. Ele vivia em completa harmonia com os novos moradores e após sua morte, o seu nome - Humaitá - foi dado a Vila em forma de homenagem. Porém a veracidade deste fato é um pouco contestável, pois os dados foram coletados a partir de outros escritos, que foram feitos por moradores locais e até mesmo viajantes, sendo assim passados ao longo dos anos para outras pessoas, o que pode tê-los comprometido.

Senador Pompeu por ter sua localização previlegiada no Sertão Central do Ceará e por ter sido beneficiada com a estrada de ferro, ela se tornou o centro de produção e escoamento do algodão - o ouro branco do Nordeste - nos anos 10 até sua decadência nos anos 60 do século XX.

Senador Pompeu também foi palco de disputas políticas coronelistas e de muita miséria em um campo de concentração, antecipando o significado que mais tarde - durante a segunda guerra mundial - fora dados a campos que concentravam milhares de seres humanos durante o holocausto nazista na Alemanha.

Outro fato que marcou a história de Senador Pompeu, foi a construção da Barragem do Patu, que se deu após a criação do DNOCS - Departamento Nacional de Obras Contras as Secas - em 1919. Para a contrução do açude era necessário uma grande infra-estrutura, que contava com abrigo para os engenheiros e aportes estruturais para a própria obra. Às margens da estrada que liga a sede do município ao açude, a primeira construção que observamos é a Casa de Pólvora, que é formada por paredes de pedras e um telhado frágil de cerâmica - para casos de explosão devido ao aquecimento pelas altas temperaturas do sertão.

Em 1932 ocorreu uma grande estiagem no Ceará - conhecida como seca de 32 - e as pessoas eram obrigadas a migrarem para os grandes centros, mas com medo do que poderia acontecer, o Governo do Estado teve a iniciativa de criar os "campos de concentração" no interior do Estado. Vários foram os "campos de concentração construídos", mas o de Senador Pompeu teve uma particularidade, ele se localizava exatamente na "Vila dos Ingleses" que havia sido utilizado na construção do açude público que deveria amenizar os problemas causados pela seca.

Muitas pessoas morriam no campo de concentração todos os dias, e por falta de covas e humanidade suficientes, as pessoas eram enterradas em valas comuns, que eram cavadas pelos próprios flagelados, que recebiam durante todo o dia corpos inertes, alguns ainda com vida e no final do dia a cova era fechada para que recomeçasse tudo no dia seguinte. Depois de desativado, foi colocado no lugar onde eram enterrados os corpos um cruzeiro para onde as pessoas fazem caminhadas e alimentam até hoje a lenda de que se colocar uma pedra junto e fazer um pedido ele com certeza será alcançado. Próximo ao cruzeiro foi construído o Cemitério da Barragem, todos os anos é realizada uma caminhada em peregrinação, no segundo domingo de novembro, lembrando o sofrimento das "Almas da Barragem" que segundo a crença popular são milagrosas.

Senador Pompeu passou por várias coisas até chegarmos ao ano de 2011, algumas boas e outras nem tanto, mas nada tirou a alegria desse que apesar de sofrido encontra nas pequenas coisas a felicidade que muitas pessoas buscam, as vezes no lugar errado.

Informações de Wikipedia.
Em breve vamos publicar trechos de livros que temos sobre Senador Pompeu, com seus autores. 
Assista vídeos clicando em CANAL DE VÍDEOS.

LEIA TAMBÉM:

Receber notícias no e-mail

Adsense Final dos Posts

Raynet-telefone-blog-do-walter-lima-anunciar