Preso em Solonópole segundo acusado de participar em tiroteio que matou soldado da PM em Jaguaretama - Blog do Walter Lima

Destaques:

Adsense Abaixo do Cabeçalho

Adsense Início dos Posts

Anuncie Aqui

11 de jan de 2016

Preso em Solonópole segundo acusado de participar em tiroteio que matou soldado da PM em Jaguaretama

Acusado. Foto divulgação Polícia
Raimundo Nonato Martins, 30 anos, é o segundo suspeito de envolvimento no tiroteio que baleou e matou o soldado da Polícia Militar, Hudson Danilo Oliveira, 26 anos, em Jaguaretama. A matéria que reproduzimos é do site monólitos post com G1 Ceará. 


Segundo a notícias, Raimundo foi presto neste domingo (10), pela Polícia Militar, enquanto estava escondido numa casa na zona rural do município, no Sertão Central do Estado. De acordo com a PM, o acusado foi conduzido à delegacia municipal de Jaguaretama, onde prestou depoimento e confessou ter participado do crime.


SD Hudson Foto divulgação

A polícia foi acionada para uma ocorrência de assalto na última quinta-feira,07, em uma fazenda no município de Jaguaretama,a 248 km de Fortaleza. Conforme o Comando de Policiamento do Interior (CPI), houve troca de tiros e o soldado Hudson foi baleado na cabeça. Em seguida socorrido e encaminhado de helicóptero da Coordenaria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) para o Hospital de traumas Instituto Dr. José Frota em Fortaleza, onde ficou internado em estado grave.

Ainda de acordo com a PM, há informações de que um dos acusados tinha acesso a um “arsenal de guerra”, incluindo dois fuzis AK-47, coletes à prova de bala, munição, pistolas e roupas parecidas com as usadas por policiais. (Com informações do Monólitos Post e G1 CE)
                             O blog está no Facebook, no Youtube e no Twitter.
                           Publicidade
 Aluguéis e compra de imóveis veja no site: http://www.bholanda.com.br/

Um comentário:

Deixe seus comentários. Cautelosamente apreciaremos para liberação.
Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;
Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.

LEIA TAMBÉM:

Receber notícias no e-mail

Adsense Final dos Posts

Anuncie Aqui