Senador Pompeu; arte cultura e história: Estudantes visitam exposição ás vésperas da 36ª Caminhada da seca que acontece neste domingo. - Blog do Walter Lima

Destaques:

Adsense Abaixo do Cabeçalho

Adsense Início dos Posts

Raynet-telefone-blog-do-walter-lima-anunciar

9 de nov de 2018

Senador Pompeu; arte cultura e história: Estudantes visitam exposição ás vésperas da 36ª Caminhada da seca que acontece neste domingo.

A Exposição caminhos e paragens da dor das secas, a ferrovia e os campos de concentração no Ceará está aberta até sábado, dia 10 de novembro meio dia na sede do instituto Trilhas aqui ao lado da FM Humaitá, vizinho ao hotel central em Senador Pompeu.
Três escolas de Senador Pompeu já tinham visitado até a manhã de sexta,09. Foto Walter Lima
Durante esses dois dias a exposição recebe escolas do município e região para conhecer a história cultural, arquitetônica de Senador Pompeu. Nessa sexta-feira duas escolas visitam a sede do instituto para visualizar fotos, objetos históricos ligados diretamente com as secas que marcaram a história do Ceará nos anos de 1987, 1915 e 1932.
Professor Ismael apresenta a exposição e mostra fotos raras. Foto Walter Lima

A iniciativa do professor Ismael, fundador do instituto é levar a exposição as escolas do município.
Ouça Ismael Lima:

Isaque Oliveira estudante da escola Liceu de Senador Pompeu fala da Experiência de está conhecendo a história do município, através da exposição.

O aluno Carlos Henrique da Escola Municipal Moreira Campos também relatou emoção duranta a visita das duas escolas.

Juca Nascimento é professor na Escola Municipal, ANTIGA  Melvin Jones que ganhou recentemente o nome do eterno professor Geraldo Junior conhecido por Junior Holanda.  Ele faz um panorama da visita para o enriquecimento da história e do turismo na região.



Neste dia 11 de novembro é o dia da 36ª caminhada da seca. Todos os anos Senador Pompeu recebe pessoas de todo o país para fazer parte do evento histórico como expressão da memória dos que morreram durante a seca de 1932. Em alguns anos a cidade chega a receber cerca de 6 mil pessoas que caminham até o cemitério, próximo a barragem do Patu, PELA ESTRADA DE TERRA.

A estimativa de percurso da caminhada, segundo os organizadores é de 3 quilômetros até o cemitéria, um dos principais pontos, segundo os historiadores, onde foram enterradas em valas comuns, os corpos das pessoas que morriam acometidos por várias doenças e epidemias.

Os participantes podem visitar os casarões históricos, participar da missa e conhecer de perto a ponte ferroviária da cidade, como a usina gótica e a estação ferroviária.

Para falar mais sobre a história da caminhada da seca participou do jornal espaço livre da última sexta-feira,09, o professor e fundador do instituto trilhas.


                     Siga blog do Walter Lima no facebook e acompanhe vídeos e transmissões

walter-lima-grava%25C3%25A7%25C3%25A3o-cd-banner-anuncie-aqui-728x90-750x140
14358785_1276058965751369_6374345473494451696_n
                                                                 Apareça aqui no blog!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seus comentários. Cautelosamente apreciaremos para liberação.
Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;
Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.

LEIA TAMBÉM:

Receber notícias no e-mail

Adsense Final dos Posts